Hierarquia das Forças Armadas

As Forças Armadas do nosso país são divididas em Exército, Marinha e Aeronáutica e existem dezenas de cargos dentro delas. Veja agora quais são. 

Para começar, é preciso saber que o Ministro da Defesa não faz parte da hierarquia militar, ele é na verdade diretor-administrativo das Forças Armadas. Este cargo tem como funções integrar as três forças, fazer o planejamento do orçamento militar e coordenar a participação em operações de paz. 


Nesse artigo você vai ver um pouco dos grupos das forças armadas e sua hierarquia.

Exército

Dentro do exército existem 19 cargos diferentes, começando pelos soldados, seguindo com cabos sargentos, tenentes, capitães, majores, tenentes-coronéis, coronéis e então os generais.


Para cada patente existem ainda subdivisões e na classificação da carreira militar as promoções são atribuídas de acordo com o tempo de carreira e merecimento por meio de desempenho. 


Quando não está ocorrendo qualquer evento de guerra, assim sendo tempo de paz, o posto mais alto que se pode ter é de general-de-exército, que tem como função chefiar as tropas de todo país. 


Em períodos de guerra é criado um cargo especial, o cargo de marechal, que é responsável por liderar o Exército na hora do conflito e responde diretamente ao presidente da República. 


Conheça a hierarquia em ordem: Soldado, taifeiro, cabo, terceiro-sargento, segundo-sargento, primeiro-sargento (atividades administrativas), subtenente, aspirante, segundo-tenente, primeiro-tenente, capitão, major, tenente-coronel, coronel, general-de-brigada, general-de-divisão, general-de-exército, general-de-exército. 

Marinha

Já a marinha possui 15 diferentes postos e graduações. Os militares da Marinha do Brasil são divididos em dois grupos principais: Corpo de Fuzileiros e Corpo da Armada, sendo que a primeira se trata da parte que fica em terra. 


Os Fuzileiros Navais possuem uma hierarquia similar ao do Exército, mas os marujos da armada se espalham por 110 navios e diversas aeronaves que compõem a esquadra de nosso país.


Dentro dos navios existem departamentos que ainda possuem divisões, assim marinheiros, cabos, sargentos e suboficiais trabalham dentro das divisões.

Sendo assim, como o exército, existem níveis que são definidos por esforço e tempo de farda.

Aeronáutica

Na aeronáutica são 20 postos espalhados por 22 grupos diferentes, dos quais apenas dois entram em combate efetivamente, o Quadro de Infantaria e o Quadro de Aviação. 


A tropa que atua em terra firme é a Infantaria, que é responsável por cuidar da segurança de bases aéreas e dos aeroportos em tempos de paz. São treinados para combate, mas a sua principal função é de defesa. A patente mais alta dentro da Infantaria é o coronel, responsável pelo comando terrestre de toda Infantaria. 


Os oficiais que pilotam os aviões militares estão inseridos no Quadro de Aviação, para chegar a entrar neste quadro é necessário ser no mínimo tenente, estudando por pelo menos quatro anos da Academia da Força Aérea e passando ainda por um curso específico para pilotar. 


Assim como as demais forças, quando tem tempo de guerra o maior cargo que se pode ter é o marechal, que é responsável pelas forças e responde diretamente ao Presidente da República.